WhatsApp (11) 972-386-054

Curso de Dry Needling – Agulhamento a Seco

Avaliado como 5.00 de 5, com baseado em 2 avaliações de clientes
(2 avaliações de clientes)

O Dry Needling é uma das formas de desativar os Pontos Gatilhos. No curso de Pontos Gatilhos você aprende como localizar os pontos corretamente e como tratá-los com eficiência através da compressão isquêmica. No curso de Dry Needling você aprende a usar agulhas para desativar estes pontos. Ao contrário do que se pensa, a agulha é normalmente mais confortável e menos dolorosa para o paciente que a compressão isquêmica. É mais confortável para o terapeuta que não cansa tanto ao tratar os pontos. Além disso, a agulha pode chegar onde os dedos não chegam.

Datas:  17 e 18 de março de 2018

Local: Rua Paes Leme 215, unidade 107 – São Paulo – SP – Próximo ao metrô Faria Lima

R$1.999,00

Fora de estoque

Categoria

Descrição

Curso de Dry Needling – Agulhamento a Seco

O Dry Needling é uma das formas de desativar os Pontos Gatilhos. No curso de Pontos Gatilhos você aprende como localizar os pontos corretamente e como tratá-los com eficiência através da compressão isquêmica. No curso de Dry Needling você aprende a usar agulhas para desativar estes pontos. Ao contrário do que se pensa, a agulha é normalmente mais confortável e menos dolorosa para o paciente que a compressão isquêmica. É mais confortável para o terapeuta que não cansa tanto ao tratar os pontos. Além disso, a agulha pode chegar onde os dedos não chegam.

O curso de Dry Needling deve ser feito após o término com sucesso do curso de Pontos Gatilhos online, que é dado de presente assim que a inscrição é efetivada. Isto porque o foco deste curso é voltado para os cuidados da inserção da agulha. No entanto, a localização dos pontos é revisada, pois é sempre bom sabermos achar os Pontos Corretos para tratamento, uma vez que o sucesso terapêutico depende disto.

MOTIVOS PARA FAZER O CURSO DE DRY NEEDLING NO INSTITUTO TERAPIA MANUAL

  • Educação de primeira linha, seguindo as normas de segurança e qualidade da OMS (Organização Mundial da Saúde) e APTA (Associação Americana de Fisioterapia)
  • Certificação Internacional.
  • Somos pioneiros no ensino da Terapia de Trigger Points e Dry Needling com Qualidade e Segurança no Brasil
  • Professores Mestres e Doutores, treinados no método americano para trazer a você a didática perfeita

O que é Agulhamento a Seco

Dry Needling é o termo em inglês para Agulhamento a Seco. O Dry Needling se trata de um excelente recurso para tratar a dor miofascial. A técnica usa uma agulha a “seco”, ou seja sem medicação, introduzida através da pele em áreas do músculo onde se situam os Trigger Points ou Pontos Gatilhos. O Dry Needling é uma intervenção especializada que utiliza uma agulha fina, filiforme para penetrar na pele e estimular os pontos gatilhos miofasciais subjacentes para o tratamento da dor neuromusculosquelética e para tratar a movimentação comprometida. É também uma técnica usada para tratar disfunções no músculo esquelético, fáscia e tecido conjuntivo, e diminuir a entrada nociceptiva periférica persistente, além de reduzir ou restaurar deficiências na estrutura e na função corporal.

A ciência afirma que o agulhamento seco melhora o controle da dor, reduz a tensão muscular, normaliza as disfunções bioquímicas e elétricas das placas motoras, e facilita um retorno acelerado a reabilitação ativa.

Outros termos geralmente usados para descrever o Dry Needling, incluem Trigger Point Dry Needling (Agulhamento a Seco do Ponto Gatilho), e Terapia Manual Intramuscular.

Porque fazer o curso de Dry Needling no ITM

A origem do termo “dry needling” ou “agulhamento seco” é atribuída a médica Janet G. Travell. Em seu livro, “Myofascial Pain and Dysfunction: Trigger Point Manual”, Dra. Travell usa o termo “agulhamento seco” para diferenciar entre duas técnicas de agulhas hipodérmicas ao realizar a terapia do ponto gatilho. As duas técnicas descritas são a injeção de um anestésico local e o uso mecânico de uma agulha hipodérmica sem injetar qualquer solução (Travell, Simons, e Simons, 1999, pp. 154-155). No ITM trazemos os ensinamentos clássicos preconizados pelos criadores do método, adicionando alguns detalhes para adequar as descobertas mais recentes do Agulhamento a Seco.

O Dry Needling profundo para tratar pontos-gatilhos foi introduzido pela primeira vez pelo médico tcheco Karel Lewit em 1979. Lewit tinha notado que o sucesso de injeções em pontos de gatilho no alívio da dor aparentemente não tinha relação com o analgésico utilizado. Dr. Lewit publicou um estudo no mesmo ano mostrando que o agulhamento a seco tinha a mesma taxa de sucesso que as injeções anestésicas para o tratamento de pontos gatilhos. Ele chamou isso de “efeito agulha”.

Fazendo o Agulhamento a Seco de maneira correta

O agulhamento a seco adequado de um ponto miofascial gatilho vai eliciar uma resposta de contração local (RCL), que é um reflexo da medula espinal involuntária em que as fibras musculares da banda tensa do músculo contraído. A RCL indica a colocação adequada da agulha num ponto gatilho. O agulhamento seco que provoca RCLs melhora os resultados do tratamento, e pode funcionar não só liberando os Trigger Points, mas também ativando opióides endógenos. A ativação dos opióides endógenos tem efeito analgésico, e aparentemente influencia os Portões de Dor.

Dry Needling NÃO é acupuntura

O Dry Needling não é acupuntura. A acupuntura é uma prática baseada na medicina tradicional chinesa. O Dry Needling, por outro lado, usa princípios da medicina ocidental moderna, com amplo suporte científico.

A acupuntura e agulhamento seco são completamente distintos em termos de critérios de:

  • diagnóstico
  • palpação
  • seleção de pontos
  • localização
  • manipulação da agulha.

Além disso, a prática da acupuntura difere do Dry Needling em termos de contexto histórico, filosófico, indicativo e prático. A performance do Dry Needling moderno é baseado na neuroanatomia ocidental e no moderno estudo científico do sistema nervoso e do músculo-esquelético. A acupuntura usa teorias baseadas em meridianos de energia. Os pontos usados na acupuntura tem critérios de uso baseados em teorias de interação destes meridianos. Os tratamentos da acupuntura visam diversas patologias de variados sistemas, não só a dor do sistema musculoesquelético. O Dry Needling procura por pontos específicos, os Pontos Gatilhos.

Que é um Trigger Point ou Pontos Gatilho?

Um Trigger Point é nódulo contrátil situado numa faixa tensa de um músculo esquelético. Ao pressionar um Trigger Points ele pode causar a dor a em outras partes do corpo. Muitas vezes esta dor não tem relações mecânicas óbvias e não seguem um trajeto nervoso específico. Um Ponto Gatilho comumente está relacionado com a produção e manutenção do ciclo de dor.

Que tipo das agulhas é usado?

O Dry Needling usa uma agulha filiforme fina que penetra a pele e estimula os Pontos Gatilhos Miofasciais subjacentes. A agulha permite alcançar inclusive os tecidos que não são manualmente palpáveis.

Normas de segurança ITM (de acordo com a Organização Mundial de Saúde)

No curso de dry needling do Instituto Terapia Manual, os profissionais aprendem a usar luvas descartáveis e cuidam da limpeza e da segurança. Tudo para evitar acidentes e infecções ao fazer o Dry Needling. Isto segue as normas de segurança estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde. Segue também o padrão ouro da Associação Americana de Fisioterapia (American Physical Therapy Association – APTA). As agulhas precisam ser descartadas em uma caixa de descarte apropriado.

COORDENAÇÃO: Prof. Joe Rosario

MINISTRANTES: Prof. Michael Silva

CARGA HORÁRIA: 20 horas presenciais

Material para as aulas: Trazer roupa apropriada para prática.

Você sabia que um Eucalipto gera 7500 folhas de papel? Para preservar as árvores o ITM optou por utilizar apostilas digitais. Haverá uma taxa de 119 reais caso o aluno queira a apostila impressa. A natureza agradece sua colaboração.

 

2 avaliações para Curso de Dry Needling – Agulhamento a Seco

  1. Avaliação 5 de 5

    Mariana Miranda

    Curso excelente, professores altamente capacitados e didáticos. Obrigada Joe e Michael pela generosidade com que compartilham conhecimento.

  2. Avaliação 5 de 5

    Mariana Miranda

    Excelente curso e experiência de aprendizado, complementarei com novos cursos do Instituto com certeza, muito obrigada Joe e Alexandre pelos conhecimentos compartilhados e atenção e acessibilidade a vcs no pós curso.

Adicionar uma avaliação

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *