WhatsApp (11) 972-386-054

Curso de Imagem Diagnóstica Quiropráxica

Datas: 01 e 02 de dezembro de 2019

Horário: das 9h as 18h

Local: Clínica Doutor da Coluna, Rua das Glicínias 300, São Paulo – SP. Próximo ao metrô Praça da Árvore

R$999,00

Fora de estoque

Categoria

Descrição

Curso de Imagem Diagnóstica Quiropráxica

O curso de Imagem Diagnóstica Quiropráxica, ou a radiologia Quiropráxica consiste em aprender a interpretar exames de imagem, como radiografias simples, ressonância magnética, tomografia computadorizada e ultrassonografia diagnóstica.

A principal diferença entre a radiologia Quiropráxica e radiologia médica é nas áreas de ênfase. Os radiologistas Quiropráxicos são mais como radiologistas neuromusculoesqueléticos, e a maioria dos radiologistas médicos é generalista.

A Radiologia Quiropráxica é de natureza diagnóstica. A idéia predominante é avaliar ossos e articulações para ajudar no tratamento e excluir qualquer contraindicação a manobra quiropráxica.

Uma vez que o melhor exame para a visualização dos ossos é também o mais barato, atenção especial é dada ao exame de Raio-X. Inclusive, algumas técnicas Quiropráxicas de tomada de decisão da vértebra a ser manipulada são baseadas nas imagens de Raio-X. Desta forma, este curso de Imagem Diagnóstica em Quiropraxia ensina a ver também imagens de Ressonância Magnética e Tomografia Computadorizada, com foco no sistema musculoesquelético. Porém o foco é nos Raio-X.

Indicações para raios-X em cuidados de saúde de Quiropraxia

Como orientação geral, os raios X são recomendados nos seguintes casos:

Se o paciente sofreu uma lesão traumática significativa. Por exemplo, no caso de fratura ou luxação.
Se uma infecção pode ser a causa de dor do paciente
Se houver suspeita de alguma doença significativa, como câncer ou um possível tumor
Se houver suspeita de algum tipo de doença articular, como artrite que cause a dor articular
Se o paciente tiver mais de 50 anos e tiver sofrido algum tipo de trauma (mesmo pequeno)
Para a maioria dos pacientes com mais de 65 anos de idade
Qualquer pessoa que tenha sido diagnosticada com ou que esteja em risco de ter osteoporose. A radiografia pode ser importante para identificar ou descartar uma possível fratura vertebral por osteoporose.
Qualquer suspeita de instabilidade da coluna vertebral
Se o paciente teve uma dor de longa duração que não respondeu ou resolveu com tratamento prévio de cuidados de saúde

Contra-indicações para um raio X

Raios-X não são necessários para a maioria dos pacientes de quiropraxia. Como regra geral, a radiografia não é necessária para o tratamento quiropráxico de dor lombar comum ou uma dor musculoesquelética geral em pessoas com menos de 65 anos.

Especificamente, um raio X não deve ser executado por nenhum dos seguintes motivos:

Identificar problemas com tecidos moles (músculos, tendões ou ligamentos) ou dentro do próprio disco. Raios-X só são eficazes na identificação de patologias com ossos e articulações, não com tecidos moles. Uma ressonância magnética geralmente é necessária para identificar problemas de tecidos moles (por exemplo, uma patologia do disco).

 

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Curso de Imagem Diagnóstica Quiropráxica”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *